2013

Por fim, no ano de 2013, foi criado o Instituto Superior de Ciências Policiais (ISCP). Trata-se de uma instituição pública de ensino superior credenciada pelo Ministério da Educação, mantida e organizada pela Polícia Militar do Distrito Federal. A Portaria nº 716 de 08 de agosto de 2013 formalizou o credenciamento do Instituto no Ministério da Educação. Desde então o ISCP tem promovido diversos cursos de capacitação, que atende o efetivo da PMDF, além de outras corporações. Assim, levando em consideração o elevado patamar dos trabalhos realizados pelo DEC, somado ao progresso organizacional, afirmamos que este pode ser considerado um dos momentos mais importantes da história da educação e cultura na Polícia Militar do Distrito Federal.

2010

No ano de 2010, com o advento do Decreto nº 7.165/10, que regulamentou a organização básica da PMDF, foi criado o Departamento de Educação e Cultura – DEC. O Departamento, desde sua origem e até os dias atuais, é o responsável por planejar, coordenar, fiscalizar e controlar as atividades de ensino e pesquisa no âmbito da Corporação. Para isso, conta com diversas Diretorias, as quais, de maneira integrada e sistemática, contribuem para o desenvolvimento da área de educação, pesquisa e cultura da Instituição.

1987

No ano de 1987, por meio Decreto n° 10.338/87, foi recriada a Diretoria de Ensino (DE), ocasião em que tal Diretoria ampliou suas funções e passou de órgão de execução (como era em 1971), à órgão de direção setorial do sistema de ensino. Assim, em síntese, tinha como atribuição, o planejamento, coordenação, fiscalização e controle das atividades de formação, atualização, especialização e aperfeiçoamento de oficias e praças, além de ampliar as atribuições do então diretor de ensino.

1971

A primeira menção à Diretoria de Ensino da Polícia Militar se deu com a publicação do Decreto nº 1623/71. O ato, além de outras providências, deu nova denominação à Diretoria, que passou a ser chamada de Centro de Formação e Aperfeiçoamento (CFA), bem como estabeleceu que sua sede seria na cidade do Gama. O CFA, que foi instituído como órgão de execução, tinha como finalidade precípua, o aperfeiçoamento e a especialização de oficiais, à formação, o aperfeiçoamento e a especialização de subtenentes, sargentos e cabos da Polícia Militar.